Obras da Unidade Fixa de Prevenção do Hospital de Barretos chegam a 35%

0
1
Em cinco meses, já foram montadas a estrutura metálica e as lages, além de serem feitas escavações, concretagem e instalação das ferragens.
Por: Claudia Cavalcanti

 Foto: André Rodrigues/Sesa
A estruturas metálicas são as do prédio onde funcionará a unidade e da área onde ficará estacionada a carreta de diagnóstico itinerante

As obras da Unidade Fixa de Prevenção e Diagnóstico do Hospital do Câncer de Barretos (HCB) entraram na segunda etapa que consiste na montagem de estrutura metálica e das lages de cobertura – já concluída. Agora, serão feitas as instalações hidráulicas para o sistema de água e esgoto. Estas estruturas metálicas são as do prédio onde funcionará a unidade e da área onde ficará estacionada a carreta de diagnóstico itinerante.

Iniciadas em dezembro de 2017, as obras já chegaram a 35% dos serviços executados, segundo confirmou o engenheiro do HCB, Gustavo Ruza, com geração de 50 empregos diretos. Na primeira etapa, foram feitas as fundações da estrutura, como escavações, concretagem e instalação de ferragens. No terreno concedido pelo Governo do Estado do Amapá (GEA) para a construção da Unidade Fixa foram feitos serviços de terraplanagem e limpeza. O GEA disponibilizou, ainda, a infraestrutura completa para o local com energia, água e sistema de esgoto.

O HCB está sendo construído em uma área de três hectares na Rodovia Norte/Sul, zona norte de Macapá, uma localização privilegiada para o acesso da carreta de diagnóstico itinerante (também inclusa no projeto) aos municípios de Mazagão e Santana, via Rodovia AP-440, e aos demais municípios pela BR-156 e BR-210. A previsão de entrega da unidade, já toda equipada, é para janeiro de 2019.

HCB

As tratativas para a implantação da unidade de prevenção e diagnóstico iniciaram no primeiro semestre de 2015, com a visita técnica de gestores da saúde em Barretos, e foi fortalecida após a ida de parlamentares na unidade do interior de São Paulo.

Com a unidade em funcionamento, o governo do Estado vai garantir a prevenção e diagnóstico, inicialmente, do câncer de mama, colo de útero e depois se estenderá para a pele, boca e outros. Para a obra, foram garantidos R$ 21,4 milhões, resultantes de articulação com a bancada federal amapaense. Todos os onze parlamentares destinaram recursos através de emendas individuais.

Quando a Unidade de Prevenção estiver pronta, no caso de um diagnóstico positivo, o paciente será encaminhado para a Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) do Hospital de Clínicas Alberto Lima, para tratamento.

GALERIA DE FOTOS
 Créditos:André Rodrigues / Sesa