Os testes da Johnson & Johnson para uma vacina contra a covid-19 foram interrompidos

0
188
Os testes da Johnson & Johnson para uma vacina contra a covid-19 foram interrompidos por causa de uma doença ainda inexplicada em um dos voluntários do estudo 😕, informou a empresa na noite desta segunda-feira (12/10). O imunizante havia entrado nos estágios finais (fase 3) de testagem com humanos em 23 de setembro nos Estados Unidos.
.
De acordo com a farmacêutica, um comitê independente de profissionais que monitoram dados e segurança vai analisar o caso. A identidade do paciente e detalhes do ocorrido não foram informados, em respeito à privacidade do participante, acrescentou a empresa.
.
O estudo prevê a inclusão de até 60 mil voluntários, com idade entre 18 e 60 anos, sendo 7 mil no Brasil – distribuídos nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Paraná, Minas Gerais, Bahia e Rio Grande do Norte.
.
Para a aprovação dos testes no País, a Anvisa realizou reuniões com a equipe da Janssen, farmacêutica belga da Johnson & Johnson, a fim de alinhar todos os requisitos técnicos necessários para os testes.