Pagamento irregular de diárias para servidores é investigado pela corregedoria

0
1

Corregedoria recebe denúncias da Secretaria Municipal de Saúde sobre possível pagamento indevido de diárias em ações de saúde

O caso foi encaminhado pela Semsa após sua apuração inicial, segundo informou o secretário municipal de Saúde, Rosivano Albuquerque de Almeida.


As denúncias tratam sobre um possível pagamento irregular de diárias para 5 servidores durante a realização de ações de saúde na zona rural. “Esses servidores não teriam viajado e mesmo assim receberam a diária”, explicou a corregedora municipal Jandira Henriques.

Foto: Amilton Matsunaga

A Corregedoria Municipal de Santana recebeu nesta quarta-feira, 21, denúncias da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) que apura o possível pagamento indevido de diárias para servidores em ações de saúde, realizadas na zona rural, no período de 29 de maio a 26 de junho de 2017.

O caso foi encaminhado pela Semsa após sua apuração inicial, segundo informou o secretário municipal de Saúde, Rosivano Albuquerque de Almeida. Ele detalhou afirmando que assim que a denúncia contra os servidores foi recebida a Semsa buscou todos os documentos para dar prosseguimento ao processo junto à Corregedoria.

As denúncias tratam sobre um possível pagamento irregular de diárias para 5 servidores durante a realização de ações de saúde na zona rural. “Esses servidores não teriam viajado e mesmo assim receberam a diária”, explicou a corregedora municipal Jandira Henriques.

De acordo com ela, após o recebimento da denúncia será montada uma comissão permanente disciplinar, formada por 3 servidores efetivos, para apurar as possíveis irregularidades.

“De imediato esses servidores serão afastados do cargo, e, após a apuração, será aberto um processo administrativo disciplinar. Todas as partes serão ouvidas e, caso a denúncia se confirme, os servidores poderão perder o cargo e devolver o dinheiro recebido”, ressaltou.

Após a publicação da portaria de instauração, o processo deverá durar 60 dias, podendo ser prorrogado por mais 60 dias. “Existe uma exigência do prefeito Ofirney Sadala para que a investigação seja realizada o mais rápido possível e que as denúncias sejam imediatamente apuradas”, falou a corregedora.

Deixar uma resposta

Por favor, inscreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui