PARABÉNS: Atletas beneficiados com o Bolsa Esporte vão disputar medalhas no Rio de Janeiro

0
1

Atletas beneficiados com o Bolsa Esporte participam de competição nacional de Taekwondo

Equipe vai disputar medalhas no Rio de Janeiro para garantir titularidade na seleção brasileira de Taekwondo.
Por: Henrique Borges

 Foto: Sedel
Dos 11 atletas amapaenses, cinco são beneficiados com o Programa Bolsa Esporte do Governo do Amapá.

Uma equipe de 11 atletas amapaenses viajou para o Estado do Rio de Janeiro para participar do Grand Slam de Taekwondo, que terá início nesta quinta-feira, 22, e segue até domingo, 25. Entre os competidores, cinco são beneficiários do Programa Bolsa Esporte, executado pelo Governo do Amapá, através da Secretaria de Estado do Desporto e Lazer (Sedel).

Essa competição é a oportunidade para os atletas entrarem na seleção brasileira da modalidade, caso conquistem o primeiro lugar no pódio. Até então, apenas dois atletas já entraram na seleção, em categorias diferentes: Venilton Teixeira, que representou o Brasil nos Jogos Olímpicos Rio 2016 e Gabriel Nascimento, também considerado atleta de alto rendimento do Amapá.

Para Gabriel Nascimento, foi de fundamental importância o apoio dado pelo Estado. “Com o benefício do Bolsa Esporte, pudemos custear nossas despesas e comprar as passagens para poder lutar. Essa é uma oportunidade importante de conquistar mais medalhas para o Amapá e, também, de subir de nível”, afirmou.

Os competidores que fazem parte do programa são: Venilton Teixeira; Gabriel Nascimento; Victor Sandim; Daniel Nascimento e Cíntia Cardoso. O secretário de Estado do Desporto e Lazer, Júnior Maciel, registrou o esforço do Estado para que os atletas pudessem ser beneficiados.

“A luta da Sedel sempre foi essa. Nossa expectativa é de aumentar o número de atletas que poderão receber o benefício do programa Bolsa Esporte, fazendo assim, com que mais lutadores cresçam nas modalidades”, ressaltou o secretário.

Bolsa Esporte

O edital para o programa foi lançado em junho do ano passado pelo Governo do Amapá. Para garantir o acesso ao Bolsa Esporte, o atleta deve ser campeão estadual, nacional ou compor a seleção brasileira de alguma modalidade. O benefício para atletas e paratletas de nível local é de um salário mínimo. A bolsa nacional paga dois salários mínimos e a internacional, garante quatro salários mínimos ao competidor.

Deixar uma resposta

Por favor, inscreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui