Pezão se recusa a comer em presídio

0
2

 

O governador Luiz Fernando Pezão, está preso desde o dia 29 de novembro. Pezão está no quartel da Polícia Militar em Niterói, Região Metropolitana do Rio.  A força-tarefa da Lava Jato deu voz de prisão ao governador por volta das 6h no Palácio Laranjeiras, residência oficial do chefe do estado, a Operação Boca de Lobo é  um desdobramento da Lava Jato.

Além do governador, outras sete pessoas foram presas. Ao todo, 9 mandados de prisão e 31 de busca e apreensão foram expedidos pela Justiça. Batizada de Boca de Lobo, a operação é baseada na delação premiada de Carlos Miranda, operador financeiro de Sérgio Cabral. O ex-governador, de quem Pezão foi vice, também está preso.

Comportamento no presídio:

Segundo informações internas da penitenciária do quartel da Polícia Militar em Niterói, Pezão se recusou a comer na cadeia e teria dito: “É isso que vou comer? Não sou cachorro pra comer essa porcaria, me tragam comida de verdade”.

As informações foram passadas ao responsável pela alimentação dos detentos. que prometeu averiguar o caso.