POLÍCIA CIVIL ALERTA SOBRE GOLPES DE ESTELIONATÁRIOS – Correio Amapaense

POLÍCIA CIVIL ALERTA SOBRE GOLPES DE ESTELIONATÁRIOS

Agências bancárias são alvos preferidos.

 Foto: Polícia Civil do Amapá
Equipe Polícia Civil K9

A Polícia Civil do Amapá, por meio da 6ª Delegacia de Polícia da Capital, alerta a população amapaense, sobre a onda de estelionatários que estão aproveitando o fim de ano e o pagamento de 13º Salário para aplicar golpes em instituições bancárias, especialmente, vitimando idosos e pessoas que tem dificuldade no uso de terminais de caixa eletrônicos bancários.

Os estelionatários normalmente se utilizam de artifícios pra tirar a vigilância da vítima sobre seu cartão e senha, se aproximando destas, visualizando quando usam as senhas e, em seguida, convencem a vítima a mudar de terminal de caixa eletrônico, sob a falsa alegação de defeito no terminal. Contudo, em regra, o terminal que a vítima é direcionada a usar se encontra muitas vezes com o equipamento de chupa cabra para aplicar o golpe do cartão clonado. O chupa cabra trava o cartão no terminal, e extrai todas as informações do cartão da vítima, o que permite que seja posteriormente usado em compras/saques em nome da vítima em lojas físicas ou na internet, causando muitos transtornos às vítimas.

Há centenas de registros de golpes dessa natureza registrados em delegacias da capital.

A Delegada de Polícia, titular da 6ª Delegacia da Capital, Joseane Carvalho, alerta aos consumidores para os cuidados de segurança que devem tomar quando do uso de cartões em terminais bancários e em compras pela internet:

1 – Ao usar o caixa eletrônico verificar se a tampa do terminal está vedada.

2 – Recusar “ajuda de estranhos” que muitas vezes se passam até mesmo por funcionários do banco. (verifique o crachá de identificação do funcionário).

3 – Verificar se pessoas estranhas que estejam próximas estejam de olho em usa senha é um dica muito importante de cautela.

4 – Nunca deixar estranhos manusearem o cartão.

5 – Não aceitar que estranhos façam ligações para “supostas centrais do banco”, pois muitas vezes nesse momento há um comparsa dos golpistas, se passando por funcionário do banco, do outro lado da linha solicitando os dados cadastrais e de senha do consumidor.

6 – Não forneça seus dados cadastrais em hipótese alguma, nunca o banco irá lhe solicitar dados de senha, que devem ser mantido em sigilo absoluto.

7 – Muitos idosos pensando que falam com funcionários aceitam a ajuda de estranhos, então a dica é não ir sozinhos usar os terminais bancários, especialmente evitar os fins de semana e horários em que não há funcionários para ajudar em caso de dúvidas.

8 – Outro meio que esses criminosos atuam é na internet. É preciso atentar-se à paginas e email’s falsos na internet, pois o cliente acaba fornecendo dados pessoais e bancários sem se atentar para a autenticidade da página, tendo assim, o cartão clonado e usado em compras pelos golpistas, ficando a dívida das compras para o consumidor, pois nem sempre o banco ressarce o valor.

 

About the author

Related