POLÍCIA CIVIL REALIZA VISTORIA EM CELA DO IAPEN VISANDO APREENDER CELULAR UTILIZADO POR DETENTO PARA DETERMINAR A EXECUÇÃO DE MEMBRO DE ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA EM MAZAGÃO – Correio Amapaense

POLÍCIA CIVIL REALIZA VISTORIA EM CELA DO IAPEN VISANDO APREENDER CELULAR UTILIZADO POR DETENTO PARA DETERMINAR A EXECUÇÃO DE MEMBRO DE ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA EM MAZAGÃO

Por: Assessoria de Comunicação

 Foto: Polícia Civil

Nessa sexta-feira, 14, a Polícia Civil do Estado do Amapá, por meio da Delegacia de Polícia de Mazagão, com o apoio do Grupo Tático Prisional (GTP), deu cumprimento à solicitação de vistoria em cela do pavilhão F2 da penitenciária, que foi deferida pela direção e coordenação do local.

Durante as buscas, foram encontrados e apreendidos nas celas: 11 aparelhos celulares, baterias e carregadores de aparelhos celulares e 3 armas artesanais conhecidas como estoques.

De acordo com o Delegado Anderson Ramos, o referido pedido de vistoria se fez necessário para a conclusão de inquérito policial instaurado para investigar uma tentativa de homicídio ocorrida no dia 24 de julho desse ano, em que um homem de 20 anos de idade, que é membro de organização criminosa, foi alvejado com quatro disparos de arma de fogo.

“As investigações demonstram que o comando para a execução da vítima partiu de um detento da penitenciária, de 30 anos de idade, que é líder da organização criminosa a que a vítima pertence, em Mazagão. Ele atraiu a vítima ao local do crime, pois ligou e disse que o rapaz deveria buscar drogas. Chegando ao local indicado, a vítima foi alvejada. Quanto à motivação, o detento teria dado a ordem devido a vítima estar querendo integrar organização criminosa rival. Até o momento, que a vítima se encontra internada em estado grave, o detento, que foi o mandante do crime, será indiciado por tentativa de homicídio. Caso a vítima venha a óbito, responderá por homicídio consumado. Quanto ao executor, continuamos investigando para tentar identificá-lo”, destacou o Delegado.

O detento, que determinou a execução da vítima cumpre pena por três homicídios.

About the author

Related

JOIN THE DISCUSSION