Polícia conduziu ao Ciosp homem que agrediu funcionários da CEA

0
1

 

Equipe da Companhia tinha ordem de fiscalização, mas foi impedida de realizar vistoria

Na manhã desta quinta-feira, 26, a Polícia militar conduziu ao Centro Integrado de Operações em Segurança Pública – Ciosp, do bairro Pacoval o homem que agrediu uma equipe de fiscalização da Companhia de Eletricidade do Amapá – CEA. A agressão aconteceu em uma clínica que fica localizada na Rua Euclides da Cunha, em Macapá.

Após uma denúncia, a equipe realizava ação visando combater a prática de furto de energia e, foi agredida ao tentar vistoriar o equipamento de medição. A polícia militar atendeu ao chamado e registrou ocorrência de lesão corporal.
Situações de agressão e o furto de energia não serão mais tolerados. A orientação da direção da empresa é de que sejam adotadas todas as providências para responsabilizar criminalmente agressores e consumidores que fraudam o sistema elétrico.

As equipes de combate à fraude da CEA intensificaram as vistorias em imóveis de alto padrão. A média de irregularidades encontradas supera 30%, isso significa que os crimes contra o sistema elétrico acontecem em todas as classes, mas com maior prejuízo quando é para ‘beneficiar’ grandes consumidores.

O gerente de combate às perdas da CEA, Josivam Rodrigues, destaca que “só com a redução dos furtos será garantida mais qualidade à energia fornecida e aos serviços oferecidos pela CEA. A Companhia destaca que o furto de energia e a fraude de medidores são tipificados como crime conforme o código penal brasileiro, artigos 155 e 171.

Deixar uma resposta

Por favor, inscreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui