Polícia Federal prendeu três pessoas por crimes eleitorais em Laranjal do Jari/AP

0
401

A Polícia Federal, em ação conjunta com a Polícia Militar do estado
do Amapá, prendeu em flagrante, na manhã deste domingo de eleição, dois
homens por transporte irregular de eleitores e um terceiro por compra de votos,
em Laranjal do Jari/AP.
Na primeira ação, durante patrulhamento de rotina por ocasião das eleições, uma
equipe policial percebeu que dois homens em uma caminhonete estavam
embarcando cinco pessoas para dentro do veículo.
Na abordagem, restou claro que nem os indivíduos da caminhonete conheciam
os passageiros, bem como os passageiros os conheciam. Todos afirmaram que
estavam sendo transportados para os locais de votação.
Diante dos fatos, condutor e o outro homem que estava com ele foram presos
em flagrante delito pelo crime de transporte irregular de eleitores e se
condenados, poderão cumprir pena de até seis anos de reclusão.
Na segunda ação, um homem foi preso em flagrante por compra de votos.
Após recebimento de denúncia, uma equipe da Polícia Militar abordou um
indivíduo que estaria oferecendo dinheiro em troca de votos para seu irmão,
candidato a vereador em Laranjal do Jari/AP.
Com ele, foram encontrados diversos santinhos do candidato, além de quantia
em dinheiro. Testemunhas afirmaram que o homem estaria oferecendo o material
de campanha juntamente com o dinheiro à pessoas que abordava na rua.
O preso responderá pelo crime de compras de votos e, se condenado, poderá
cumprir pena de até quatro anos de reclusão.