Presidente do TJAP recebe visita institucional de novo corregedor da Polícia Militar do Amapá

0
2

correpmvisita 2correpmvisita 3

O presidente do Tribunal de Justiça do Amapá, desembargador Carlos Tork, recebeu visita institucional do novo corregedor da Polícia Militar do estado, coronel Edilelson Batista, e do tenente-coronel Soares. A visita teve como objetivos realizar a apresentação da nova gestão da corregedoria da PM e traçar metas para o desenvolvimento do trabalho dentro da instituição policial. Um dos pontos altos da visita foi a discussão da possibilidade de criação de um Centro Judiciário de Soluções de Conflitos (CEJUSC) dentro da PM.

De acordo com o Coronel Edilelson, que assumiu o posto de corregedor da PM há 15 dias, a visita teve a intenção de ratificar a parceria entre as instituições e se colocar à disposição da Justiça Estadual para ajudar no que for preciso. “Nós viemos para fazer nossa apresentação, uma vez que assumi recentemente o comando da corregedoria, e, como se trata de um grande parceiro, viemos prestar informações sobre nossos planos e reafirmar nossa cooperação”, declarou.

Entre os planos de ação projetados pela nova corregedoria, o Corregedor falou com muito entusiasmo sobre a criação de um Centro Judiciário de Solução de Conflitos dentro da Polícia Militar.

“Sou um grande apoiador desse novo modelo que vem sendo empregado dentro da Justiça e que já está sendo inserido em outros setores do Poder Público”, revelou o corregedor, acrescentando que conhece as técnicas e sabe que “a utilização delas pela polícia integrada à ouvidoria poderá contribuir muito para uma prestação ainda melhor do nosso serviço”.

O coronel Edilelson se comprometeu a agendar reunião com a presidente do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais e Soluções de Conflitos (NUPEMEC), desembargadora Sueli Pini, em data a ser definida, para buscar mais informações sobre uma possível instalação da unidade e treinamento de profissionais para nela atuarem.

Deixar uma resposta

Por favor, inscreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui