Presidente Kaká Barbosa solicita identificação na APA do Goiabal

0
27

 

Atendendo ao pedido da Associação de Moradores e Amigos do Bairro Goiabal, em Macapá, o presidente da Casa de Leis do Amapá, deputado Kaká Barbosa (PR), encaminhou ofício à Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) requerendo a colocação de uma placa de identificação na Área de Preservação Permanente (APA), localizada no fim da travessa Shallon com o ramal do Goiabal. O parlamentar enfatizou que o pedido já havia sido feito pela associação de moradores junto ao Instituto de Meio Ambiente e de Ordenamento Territorial do Amapá (Imap) e à Sema, mas não tiveram resposta.

“Reforcei o pedido em decorrência da necessidade encontrada no local”, destacou Kaká Barbosa. De acordo com dados do Atlas das Unidades de Conservação do Estado do Amapá, cerca de 62% do território do Amapá está sob regime especial de proteção exclusiva de unidades de conservação. No total, são 19 unidades de conservação, que totalizam 8.798.040,31 hectares, 12 das quais são federais, 5 estaduais e 2 municipais. São 8 unidades de proteção integral e 11 de uso sustentável, as primeiras ocupando quase 60% do total da área protegida.

No entanto, o Amapá não é o estado mais protegido da Federação somente com as unidades de conservação, quando somado as terras indígenas, que abrangem uma área total de 1.183.498,31 hectares, somasse mais 8,29% aos 62% já mencionados, assim o Amapá passa a corresponder com 69,89% da área total sob regime de proteção especial. Cabe salientar que as áreas indígenas não se enquadram em unidades de conservação, mas desempenham um papel importante na proteção dos recursos naturais.