Produtores de búfalos poderão acessar linhas de financiamento durante a 1ª ExpoBúfalo – Correio Amapaense

Produtores de búfalos poderão acessar linhas de financiamento durante a 1ª ExpoBúfalo

Créditos poderão ser acessados através de financiamentos do Banco do Brasil, Banco da Amazônia e Agência de Fomento do Amapá (Afap).

 Foto: José Baía / Secom
Nesta terça-feira, 29, operários trabalham nos últimos retoques das estruturas e nos estandes, que receberão público e produtores

O Banco do Brasil e o Banco da Amazônia já confirmaram presença na 1ª ExpoBúfalo, evento do Governo do Estado do Amapá, que acontece de 30 maio a 2 de junho, no Parque de Exposições da Fazendinha, e que busca aperfeiçoar a produção de carne e produtos derivados de leite e queijo bubalinos. As duas instituições bancárias estarão apresentando suas linhas de créditos e financiamentos para os produtores, principalmente, àqueles que se interessarem na compra de animais em exposição. A Agência de Fomento do Amapá (Afap) também disponibilizará linhas de crédito.

Durante o evento, a Secretaria de Desenvolvimento Rural e o Instituto de Desenvolvimento Rural do Amapá (Rurap) estarão apresentando aos pequenos produtores financiamento através do Fundo de Desenvolvimento Rural do Estado do Amapá (Frap) – linha de crédito que subsidia projetos de pequenos agricultores.

Nesta terça-feira, 29, operários trabalham nos últimos retoques das estruturas e nos estandes, que receberão público e produtores. Uma vasta programação acontecerá durante os quatro dias, com mesas-redondas, palestras, exposição e comercialização de animais, sem esquecer da gastronomia, toda produzida com carne e derivados de búfalos.

De acordo com o diretor-presidente do Rurap, Hélio Dantas, a bubalinocultura movimenta, por ano, R$ 7 bilhões na economia brasileira. “Desse montante, 60% é da Amazônia, que possui os principais estados produtores bubalinos do país; o Pará, que possui o maior rebanho bubalino do Brasil, e Amapá, que tem o segundo maior rebanho de búfalos do país” destacou Dantas.

A valorização do produto para a economia do Estado e a desmistificação em relação ao consumo da carne de búfalo deverão ser bastante discutidas durante o evento. “A carne bubalina possui um alto valor nutricional e palatável, e a nossa gastronomia estará presente no evento para demonstrar isso”, frisou o diretor-presidente do Rurap.

Ele acrescentou, ainda, que o queijo de búfala também terá um importante destaque na exposição, por ser muito valorizado no mercado. “A exemplo do Pará, onde o produto tem marca registrada e é exportado para diversos países, o Amapá precisa se profissionalizar mais na produção pecuária, trabalhando a genética, a nutrição, o manejo desses animais para competir com mercado regional, nacional e internacional”, concluiu Dantas.

Durante o evento, será lançado o Promebul Amapá, Programa de Melhoramento Genético de Búfalos, que pretende incentivar os produtores a melhorarem, geneticamente, a criação bubalina, através de estudos e pesquisas e haverá uma oficina sobre as práticas de inseminação artificial com a participação de produtores paraenses, que apresentarão as experiências vivenciadas por eles.

GALERIA DE FOTOS
 Créditos:José Baía / Secom

About the author

Related

JOIN THE DISCUSSION