¨Programa Escola Verde¨ nas escolas estaduais

0
79
Objetivo é promover a educação ambiental nas instituições escolares e sugerir soluções que contribuam para práticas sustentáveis.

As bases de implantação estão sendo definidas durante reuniões que envolvem arquitetos, engenheiros civis, eletricistas, urbanistas, ambientalistas e sanitaristas

O Governo do Estado do Amapá (GEA) vai implantar o Programa Estadual Escola Verde, que será desenvolvido e implantado nas escolas da rede estadual de ensino. O objetivo é identificar problemas e sugerir soluções que contribuam para a promoção de práticas ambientalmente sustentáveis. O trabalho será realizado por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seed), Secretaria de Estado do Desenvolvimento das Cidades (SDC) e Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinf).

As bases de implantação estão sendo definidas durante reuniões que envolvem arquitetos, engenheiros civis, eletricistas, urbanistas, ambientalistas e sanitaristas. Já foram definidos alguns eixos norteadores do programa: Produção de Energia; Distribuição de Água; Tratamento de Esgoto; Resíduos Sólidos e Orientação Social.

As equipes envolvidas no plano de trabalho estão na fase do diagnóstico das escolas para levantamento de projeto arquitetônico e complementares existentes, visita técnica, com relatório fotográfico e, levantamento físico, atendendo aos itens da base de implantação.

“Dentro deste contexto, objetivamos trabalhar a importância de um espaço que incentive a educação ambiental e, que possa sensibilizar nossos educandos à conservação e preservação do seu ambiente escolar, para uma melhor qualidade de vida na escola pública”, ressaltou o secretário de Estado do Desenvolvimento das Cidades, Alcir Matos.

Inicialmente, foram selecionadas 22 escolas estaduais para a implantação do programa, uma em cada município, com exceção de Macapá e Santana, onde as instituições contempladas são as oito Escolas do Novo Saber, que funcionam em tempo integral.

Andreia Freitas

Deixar uma resposta

Por favor, inscreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui