Programa Justiça Contando Histórias

0
2

Com uma programação voltada para as diversas expressões da cultura local, o programa Justiça Contando Histórias, produzido pela Assessoria de Comunicação do Tribunal de Justiça do Amapá, vem trazendo aos ouvintes da Rádio Difusora de Macapá (630 AM), a cada último sábado do mês, das 17 às 18 horas, informações, novidades da cena artística e, principalmente, abordagens com foco na divulgação de políticas e ações em prol do livro e da leitura.

CONHECACONTANDO 23CONHECACONTANDO 13

 

“O programa teve sua estreia em janeiro de 2017 e é gravado nos estúdios da JudiciRádio Juiz Mário Kaskélis. A cada edição, novos assuntos e entrevistados são convidados pelo programa, trazendo suas experiências como produtores culturais, artistas e escritores que produzem as metamorfoses na subjetividade social, que só a cultura é capaz de realizar”, explicou a jornalista Bernadeth Farias, diretora da Assessoria de Comunicação do TJAP.

Daniel Alves, âncora do programa, ressalta que a preocupação com a divulgação de ações nessa área, por parte do Poder Judiciário, faz parte, em contexto mais amplo, da consolidação das políticas públicas que buscam consolidar a cultura da paz na sociedade.

“Durante o primeiro ano de existência do programa foram entrevistados personalidades do cenário cultural do Amapá como contadores de história, jornalistas e poetas. São explorados diversos assuntos, dando uma oportunidade à população de acompanhar o que ocorre no estado nos campos social e cultural”, informou Daniel.

 

O público infantil também é envolvido no programa, principalmente com o quadro de Contação de Histórias com a contadora Ângela carvalho. As crianças da capital, das áreas ribeirinhas e das ilhas, onde o sinal da Rádio Difusora alcança, se divertem com a parte lúdica do rádio.

CONHECACONTANDO 7CONHECACONTANDO 3

 

“Com boa literatura, muita informação, noções de deveres da criança e do adolescente, diálogos descontraídos, incentivo à leitura e à imaginação, o programa Justiça Contando Histórias está escrevendo a sua própria história na Justiça do Amapá e na vida dos amapaenses”, finalizou o acadêmico de jornalismo Maurício Gasparini, que também participa do programa.

 

Deixar uma resposta

Por favor, inscreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui