Que tal uma viagem de Macapá para Belém de ônibus (Assista ao vídeo)

0
25

 

 

Quem sabe um dia teremos este ônibus que navega na água por aqui.

No Rio de Janeiro, a novidade já atrais  turistas, é um passeio a bordo de um veículo que roda em terra como ônibus, mas também navega como um barco na Baía de Guanabara. Quando o ônibus aparece, não dá para perceber ainda do que ele é capaz.

O passeio começa em terra firme

O passeio começa em terra firme. O ponto de encontro é na Urca, perto da estação do bondinho do Pão de Açúcar. De lá, o ônibus de 3,70 metros de altura contorna a Enseada de Botafogo e entra no Aterro do Flamengo, passando apenas 20 centímetros abaixo das passarelas do parque. Pelas janelas, passam algumas das paisagens mais características da cidade, como o Cristo Redentor, o vai e vem dos teleféricos entre o Morro da Urca e o Pão de Açúcar e o paisagismo de Burle Marx.

Difícil não estranhar o impacto, logo que o ônibus entra na água é quando o veículo vira barco.

Na chegada à Marina da Glória, é hora de substituir o condutor. Sai o piloto de asfalto, que cede lugar ao marinheiro quando o ônibus anfíbio Duck Copacabana desce a rampa da Marina da Glória e entra no mar. O motor que antes movimentava as rodas quando entra na água faz girar uma hélice. A velocidade não ultrapassa os oito quilômetros por hora.

 

Quando passa para o mar, o veículo sai da Marina da Glória e faz uma volta que mostra, além das montanhas do Rio, a orla de Niterói ao longe, os aviões que pousam e decolam no Aeroporto Santos Dumont e a Praia do Flamengo.

Pelo caminho, algumas das mais belas paisagens do Rio de Janeiro

O passeio custa R$ 100 por pessoa e dura uma hora e meia. Cariocas com comprovante de residência, crianças de até 10 anos e idosos pagam meia. Como o ônibus só tem 28 lugares, a empresa recomenda que os interessados cheguem antes da hora do passeio. O primeiro horário do dia é às 10h, e, o último, às 17 horas.