“Querem cortar o combustível do Posto Ipiranga”, diz Delfim

0
26

Delfim Netto disse que Paulo Guedes está sendo fritado dentro do próprio governo.

“Ele está cumprindo seu papel, mas, na minha opinião, a situação dele, aparentemente, mudou muito. Como a gente costuma brincar aqui, acho que querem cortar o combustível do Posto Ipiranga”, afirmou Delfim, de 91 anos, ao Estadão.

“O ministro tem ideia do Brasil grande, mas aquele power point apresentado pelos militares só traz desejos. Eles não estão entendendo as consequências da destruição das finanças que esse plano vai produzir. Minha convicção é que esse processo vai se desenrolar dolorosamente.”

Perguntado sobre a hipótese de renúncia de Bolsonaro, defendida por FHC, Delfim afirmou:

“Mesmo se fizesse isso, processos jurídicos já em pauta continuariam andando. E parece que vão atingir, de maneira muito grave, a família Bolsonaro, bem como industriais e comerciantes que financiaram todo esse projeto. Acho que não tem mais como voltar atrás. Se Bolsonaro ainda tem alguma esperança de que pode vencer, não vai renunciar.”

Crusoé

Foto Karime Xavier