Secretaria de Saúde alerta para a prevenção de doenças decorrentes de enchentes – Correio Amapaense

Secretaria de Saúde alerta para a prevenção de doenças decorrentes de enchentes

Para evitar que a população contraia doenças, o Governo do Amapá segue distribuindo água potável, hipoclorito de sódio e controlando a qualidade da água.

 

 

 Foto: Philippe Gomes/Secom
Profissionais de saúde alertam para riscos do contato com animais peçonhentos ao caminhar em áreas alagadas

Com o período de chuvas no Estado do Amapá, os índices de enchentes e alagamentos se propagam com grande intensidade em algumas regiões do estado, a exemplo do município de Laranjal do Jari, recentemente, afetado com cheia do Rio Jari. Por esse motivo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), dá dicas simples que ajudam a prevenir doenças e traumas durante esse período.

A primeira orientação dos profissionais de saúde é o cuidado com o consumo de água contaminada. Pois, através dela, pode-se contrair desde uma simples diarreia a doenças mais graves como hepatite A; leptospirose e febre tifoide. Diante destes riscos, a Defesa Civil está no município distribuindo água potável para os moradores.

“Durante uma enchente, também são bastante comuns alguns agravos como traumas e traumatismo. Ao caminhar por áreas alagadas, a pessoa pode contrair algum ferimento e desenvolver doenças como o tétano. Sem contar no risco do contato com animais peçonhentos”, alerta o médico infectologista, Clóvis Miranda.

O médico ainda ressalta que o contato de ferimentos com a água e consumo de alimentos contaminados por urina de rato, são um dos principais fatores que levam a pessoa a contrair a leptospirose. Por isso, é sempre importante ficar atento aos sintomas como, febre, dores musculares, mal estar, dores abdominais, náuseas e vômitos. Caso isso ocorra, deve-se procurar uma unidade de saúde para tomar as medidas certas de tratamento dessa doença.

“Há também um alerta quanto aos sintomas da hepatite A, nesse caso a doença não causa dor. Mas, deixa a pessoa com a pele amarela, vômito, febre e diarreia que, nos casos mais graves pode ocorrer desidratação e exige cuidados urgentes”, declara Clovis.

Dicas de prevenção

Umas das maneiras mais simples e eficazes de prevenir essas doenças é a utilizar o hipoclorito de sódio, que é distribuído gratuitamente pelas Unidades Básica de Saúde (UBS). Em Laranjal do Jari, o Governo do Amapá distribuiu 8,5 mil unidades de hipoclorito de sódio enviadas pelo governo federal para a região. A Prefeitura de Santarém (PA), enviou outras 2,5 mil unidades que já foram distribuídas.

Este produto serve para lavar frutas, legumes e verduras e ainda purifica a água através da limpeza de caixa d’água e, assim, as chances de contaminação são reduzidas durante o consumo. Outra medida para garantir que a população não seja contaminada com a água da enchente é o controle da qualidade da água feito pela Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa) com apoio do laboratório móvel da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

A Sesa também orienta sobre a importância de se ter cuidado por onde se caminha, principalmente, quando existem fios de energia soltos. Por esse motivo, em casos de enchentes, a Defesa Civil sempre desliga a energia para que a pessoa não tenha risco de ser eletrocutada.

About the author

Related

JOIN THE DISCUSSION