SUSPEITO DE AGREDIR MULHER EM CONTEXTO DE HOMOTRANSFOBIA É INDICADO PELA POLÍCIA CIVIL 

0
990

A Polícia Civil do Estado do Amapá, por meio da 6ª Delegacia de Polícia da capital, indiciou na manhã de hoje um homem de 45 anos de idade pelo crime de lesão corporal e injúria preconceituosa ou homofóbica.

Segundo foi apurado pelas investigações, um homem teria ofendido uma mulher de “sapatão” e a agredido com vários socos na região do rosto em uma discussão em um bar situado no Bairro Beirol, em Macapá,após a mulher se auto declarar lésbica.

De acordo com o que foi informado por testemunha, a discussão teria se iniciado após a mulher informar sua opção sexual ao homem, o que gerou críticas mútuas, redundando em agressão física.

Após a agressão, o suspeito se evadiu do local.

Medidas de investigação foram adotadas pela Polícia Civil e o agressor foi identificado.

Segundo o Delegado de Polícia Leandro Vieira Leite, “o Supremo Tribunal Federal, em interpretação conforme a Constituição, entendeu como crime a conduta de homotransfobia. Nesse contexto, a agressão moral e física sofrida por essas pessoas não deve ser tolerada por nossa sociedade”.

Por: Assessoria de Comunicação

 

 Foto: Polícia Civil