Teste rápido liberado em farmácias detecta Covid-19 em até 20 minutos – Correio Amapaense

Teste rápido liberado em farmácias detecta Covid-19 em até 20 minutos

EFE/EPA/MARTIN DIVISEKTeste rápido para Covid-19 é autorizado em farmácias de todo o país

O presidente da Associação Brasileira das Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), Sergio Barreto, afirmou em entrevista exclusiva à Jovem Pan que os testes rápidos que estarão disponíveis nas farmácias podem detectar a Covid-19 em até 20 minutos.

Segundo ele, o teste deverá ser feito na farmácia com o farmacêutico responsável. “Não é para levar para casa, o teste é feito pelo farmacêutico e deve ser realizado na farmácia. Se o resultado der positivo para o novo coronavírus, é preciso notificar o caso no sistema do Ministério da Saúde e realizar os protocolos recomendados”, destacou.

O presidente da Abrafarma disse ainda que qualquer pessoa poderá realizar os testes rápidos, porém “haverá maior curacidade nos casos com sintomas de mais de um dia”. A Anvisa aprovou a realização dos testes rápidos em farmácias nesta terça.

“O teste rápido mede o anticorpo, portanto deve ser feito pelo menos até o sétimo dia de sintomas para ter mais acuracidade. Com menos [dias], ele pode dar falso negativo ou falso positivo”, disse.

Barreto também destacou que alguns modelos de testes rápidos podem mostrar se o paciente já contraiu a doença. “É um teste de sangue, então o farmacêutico vai picar o dedo, recolher sangue, que, junto com uma substância, vai fazer reação, e entre 15 e 20 minutos depois há o resultado, se a doença está ativa ou se já não existe mais.”

De acordo com a associação, ainda não há uma média de preços dos testes que passarão a ser vendidos nas farmácias, mas isso deve ser definido dentro dos próximos dias, assim como os protocolos de atendimento.

Barreto não prevê atendimento em domicílio para a população que faz parte do grupo de risco do novo coronavírus, mas disse que os primeiros horários do dia serão destinados aos que fazem parte desse grupo.

“Já estamos implantando o atendimento mais cedo, e as duas primeiras horas do dias são para atendimento dos idosos. É importante que não haja aglomerações. Não queremos piorar a situação, mas sim melhorá-la. Não prevemos atendimento em domicílio porque estamos com restrições de quadro de funcionários e tentamos manter as farmácias em funcionamento diante dessa situação”, explicou.

por jovem pan

About the author

Related

JOIN THE DISCUSSION