Transportadores escolares auxiliam na distribuição do Kit Merenda em Casa às famílias ribeirinhas.

0
19
Cerca de 30 mil estudantes são atendidos pelo transporte escolar da Secretaria. Maioria dos estudantes vive na zona rural do Estado.
Por: Valdeí Balieiro

 Foto: Erick Macias/Secom
Hoje, cerca de 30 mil estudantes da rede estadual são atendidos com transporte escolar terrestre ou aquático.

A entrega do Kit Merenda em Casa nas localidades rurais do Estado conta com o reforço dos transportadores escolares que prestam serviço à Secretaria de Educação (Seed). São 857 transportadores que têm ajudado às equipes a chegarem até a casa dos estudantes, principalmente aos que moram em áreas de difícil acesso.

Ao raiar do dia, Marco Luiz Ribeiro prepara o veículo para as entregas. O banner fixado na Kombi do transportador, identifica que o carro é ponto de distribuição dos alimentos. Ele roda os ramais da comunidade do Porto do Céu e demais áreas rurais de Santana fazendo as entregas com a equipe de professores.

“Eu trabalho transportando alunos nesta comunidade, mas poder participar na distribuição dos kits às famílias carentes tem uma gratificação muito maior, o da solidariedade”, diz Marco Ribeiro.

Hoje, cerca de 30 mil estudantes da rede estadual são atendidos com transporte escolar terrestre ou aquático. Entre as famílias atendidas está a da dona de casa Hosana Oliveira, 33 anos. Mãe de seis filhos, quatro deles estudam na Escola Estadual Quilombola David Miranda, e tiveram direito ao kit merenda. Ela recebeu os mantimentos em casa.

 

“Estávamos praticamente sem nada. Sem trabalhar nesse momento, e tentando viver com o que conseguimos tirar dessa terra, então, receber esses alimentos foi muito bom. Não tenho palavras para descrever”, disse Hosana Oliveira.

Os kits que a Hosana recebeu foram entregues pelo Raimundo Dário de Souza, 57 anos. Catraieiro e transportador escolar há 40 anos, ele conta que auxiliar na distribuição tem a mesma importância que transportar alunos diariamente para a escola.

“É muito importante esse trabalho que está sendo realizado. É tão importante quanto transportar alunos como eu faço todos os dias. Agora, com a paralisação das aulas, sigo aqui ajudando de qualquer forma”, falou Raimundo Dário.

Assim com a escola David Miranda, que atende 170 estudantes, outras diversas unidades escolares optaram em fazer a entrega na casa do estudante, já que muitos só contam com o transporte escolar para se deslocar.

“Abastecemos o veículo e a lancha, e partimos para realizar a entrega dos kits diretamente na casa dos nossos estudantes. É mais prático e seguro, já que muitos não têm como se deslocar até o colégio nesse momento. Aproveitamos, também, para entregar as atividades escolares para os estudantes”, reforçou Maria do Socorro Silva, diretora da escola quilombola.

GALERIA DE FOTOS
 Créditos:Erich Macias/Secom