UBS’S DE MACAPÁ SÃO BEM AVALIADAS PELA JUSTIÇA FEDERAL

0
23

 

Unidades Básicas de Saúde funcionando a contento e realizando centenas de atendimentos diários. Foi isso que a inspeção da Justiça Federal, realizada na quarta-feira, 28, encontrou nas Unidades Básicas de Saúde Brasil Novo, Infraero II, Marcelo Cândia, na zona norte; e São Pedro, no bairro Beirol, zona sul da cidade. A atividade objetivou averiguar o funcionamento das UBS’s do município.

 

O juiz federal João Bosco Soares explicou que na inspeção judicial realizada no Hospital de Emergências (HE) a administração do lugar atribuiu a superlotação à falta de atendimento nas Unidades Básicas de Saúde de Macapá, daí a necessidade de designar as vistorias para verificar a veracidade das afirmações. Durante as visitas, funcionários foram perguntados sobre a rotina de atendimento e fluxo de trabalho.

 

“A inspeção tem somente o intuito de garantir o bom funcionamento das unidades de saúde e averiguar se o atendimento está sendo feito a contento. Ao contrário das alegações, não encontramos nenhuma irregularidade, somente as unidades em pleno funcionamento”, explicou o juiz federal João Bosco.

 

Em 2017, somente as unidades de urgência e emergência totalizaram mais de 280 mil atendimentos. “É importante deixar claro que não somos réus nessa ação. É comum o Estado alegar que a causa da superlotação do HE é a falta de atendimento nas nossas unidades. Com as inspeções, conseguimos provar que temos um grande fluxo de atendimento e que nossa rede está em constante evolução”, comentou a secretária municipal de Saúde, Silvana Vedovelli.

 

Na oportunidade, mais duas obras da Prefeitura de Macapá foram inspecionadas, o Centro Especializado em Reabilitação, que está com as obras concluídas; e a UBS Brasil Novo, ambas com previsão de inauguração para o primeiro semestre de 2018. “É visível que as melhorias estão ocorrendo, e obras muito importantes serão entregues para a sociedade”, concluiu Bosco.

 

Jamile Moreira