Ueap vai ofertar Licenciatura em Matemática e Engenharia Agronômica

0
1
Os novos cursos foram aprovados pelo Conselho Superior Universitário nesta segunda-feira, 5, e serão ofertados em campus avançado no município de Amapá.

O Conselho Superior Universitário (Consu) da Universidade do Estado do Amapá (Ueap) aprovou, na manhã desta segunda-feira, 5, a implantação de duas novas graduações na instituição. Os cursos de Engenharia Agronômica e Licenciatura Plena em Matemática serão ofertados no campus avançado da Universidade no município de Amapá, a 208 km da capital.

As vagas já serão ofertadas no processo seletivo deste ano, com a previsão de início das aulas para a segunda quinzena de abril. Serão 50 vagas para cada curso. A implantação das duas graduações são um compromisso firmado pelo governador Waldez Góes durante o aniversário do município de Amapá. Os dois novos cursos serão presenciais.

Neste primeiro momento, o polo vai funcionar no anexo da escola Vidal de Negreiros. Os futuros acadêmicos terão acesso ao parque de exposição João Pompilio, onde poderá ser realizada a prática do curso de agronomia.

Reunião do Consu

Na abertura da reunião, o reitor da Ueap e presidente do Consu, Perseu Aparício, destacou que a implementação dos cursos representa um benefício social, já que há um número muito grande de jovens que se formam no ensino médio, mas não tem condições financeiras de se deslocarem até a capital, ou para a região metropolitana de Santana e Mazagão, para ingressarem na universidade. “A universidade chegando ao município é a garantia de que o conhecimento científico chega na região e isso vai potencializar a vocação econômica daquela região”, analisou o reitor.

A escolha do curso de Engenharia Agronômica foi pensada como uma política de Estado, dentro do eixo de prioridades do Governo com a produção de alimentos com a participação dos setores econômico e de ciência e tecnologia. “A escolha do curso e o local estratégico vai proporcionar o desenvolvimento econômico de toda aquela região”, frisou o reitor.

O reitor da Ueap, Perseu Aparício acrescentou que, a doação de um terreno para a construção do polo universitário no município de Amapá já vem sendo estudado junto a câmara municipal. “Com isso, o Governo do Estado terá como uma das prioridades a busca de emendas parlamentares para construção do campus próprio naquele município”, concluiu.

O prefeito do município de Amapá, Carlos Sampaio, ressaltou que a ida da universidade para o município foi discutida em audiência pública com a comunidade estudantil e bem recebida. “Sabemos da importância que a universidade do estado do amapá tem para a formação de pessoas, o que isso vai significar para o desenvolvimento da região, não somente do município de Amapá, mas dos demais municípios que integram aquela região”, frisou.

Autor: Ailton Leite

Deixar uma resposta

Por favor, inscreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui